sábado, janeiro 30, 2010

Capítulo final (fragmentos dele)

Eu tive um sonho. Há muito eu não sonhava de fato.
Ela apareceu, passou por mim como se eu não existisse.
Me tocou e não sabia.
Eu disse que queria falar-lhe algo, conversar.
Ela chegou bem perto e nesse momento me viu, como se meu chamado a tivesse trazido para minha realidade alternativa.
Chegou perto de mim e se aproximando ainda mais me sussurrou ao ouvido:
"Eu já volto. Me espere aí..." - E com um sorriso ela desapareceu.
Procurei em todos os cantos mas ela havia sumido, desaparecido por completo.
Ficou comigo apenas seu toque, seu cheiro, e um coração rompido...
Só seu cheiro se fazia presente, mas, ela havia entrado em outro mundo. No seu próprio mundo ela fez morada e descartou algo que desconhece agora, mas, conhecerá por completo em sua próxima primavera.
Acordamos e o perfume dela ainda está aqui, mas, sua presença não sentimos mais. Não aqui conosco
Acordamos e esse sonho será um trecho do livro deles. Que capítulo?
No momento o último. "Sonhos e verdades vagas - Como ele se foi..."
Ele...
Bem, ele enlouqueceu de fato e destruiu todos os seus medos. Com isso adotou um novo "Eu" e todos os outros se unificaram.
Ela...
Não sei dizer, pois, o contato "anormal" enfraqueceu e ele sente sua presença e seu perfume apenas. Mas ela está bem fisicamente, pelo menos boa parte do seu físico está...[...]

Para onde ele foi?
Só o que se sabe é que desapareceu junto com aquela frase do sonho, que também foi uma frase da realidade: "Eu volto. Me espere que eu volto...".
Alimentado pela esperança e confiança que lhe era dada esperou, esperou, até que em um certo dia também se foi, partiu e deixou nos outros uma marca inesquecível em seus corações, corrompeu-lhes a lembrança e os fez sentir saudade.
A última notícia que se teve foi que aquele Meninniinho, cresceu e amadureceu amargamente com suas dores. Escreveu um livro em terceira pessoa contando como foram esses anos "insignificantes" e depois deixou-se morrer até que outra vez alguém salve sua vida. Mas dessa vez que sua vida seja salva para manter-lhe de fato vivo...[...]

Um Meninniinho e a Lua - Biografia de um romance
A história de como o amor muda as pessoas por I.C.A.


I.C.A. - Trechos de um livro que descrevem uma vida de felicidades e frustações.
Carpie Diem

Nenhum comentário:

Postar um comentário