quarta-feira, dezembro 16, 2009

...


"Tenho várias caras. Uma é quase bonita, outra é quase feia. Sou um o quê? Um quase tudo."
"Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras.
Sou irritável e firo facilmente.
Também sou muito calmo e perdôo logo.
Não esqueço nunca.
Mas há poucas coisas de que eu me lembre."
"Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento. Renda-se como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Eu sou uma pergunta."
"Divertir os outros, um dos modos mais emocionantes de existir."
"Me deram um nome e me alienaram de mim"
"Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho."
"Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la."
"Que medo alegre, o de te esperar."
"A gente escreve como quem ama."
"O que eu sinto eu não ajo.
O que ajo não penso.
O que penso não sinto.
Do que sei sou ignorante.
Do que sinto não ignoro.
Não me entendo e ajo como se entendesse."
"Toda vida é uma missão secreta..." - C.L. (Adaptação: I.C.A)



Vem comigo. Entre no jogo e jogue.
Ame como pode amar, mas ame.
Plante um girassol
Reinvente-se, viva. Não importa o que vai acontecer.
O que importa é você acontecendo em mim.
O resto decidimos o que fazer no meio do caminho.


Ian Calmon Alexandre. - Sol da Noite -

Nenhum comentário:

Postar um comentário